Uma estratégia unbranded é efetiva? Marcio Padula 24 de maio de 2022

Uma estratégia unbranded é efetiva?

Unbranded é uma estratégia de conteúdo voltada à experiência do usuário. Nesse sentido,
a marca fica em segundo plano, ou seja, aparece de forma mais discreta, pois não tem o
foco na venda direta. Então, quer saber mais sobre o conceito e como aplicá-lo? Leia esse
artigo!


Como funciona o conteúdo unbranded?
A estratégia de criação de conteúdo é muito comum no marketing como forma de criar
conexão com o consumidor e posicionar a marca. Por outro lado, uma tendência mais
recente é fazer isso sem vincular as empresas ou produto de forma evidente.
Para tanto, é preciso que o conteúdo gere interesse e conexão com os usuários. Por isso,
exige uma extensa pesquisa e curadoria, para que seja relevante e leve a ser
compartilhado. Desse modo, é possível ganhar alcance de forma orgânica.

Mas a marca não pode aparecer?
Nesse tipo de estratégia, a marca não é o foco, mas não significa que não está presente.
Apenas a forma como é inserida é mais discreta. Assim, se pensar em um portal, por
exemplo, pode-se inserir uma logo que remete ao site da empresa.
O conteúdo unbranded, portanto, serve de suporte àquele feito visando fortalecer o
branding. Então, agem de forma conjunta, para atingir nichos de públicos diferentes.

Em quais ramos uma estratégia unbranded é comum?
Para qualquer ramo, é possível aplicar esse tipo de estratégia. No entanto, em alguns é
essencial, pois há mais restrições quanto a forma de divulgação dos produtos.
É o que ocorre, por exemplo, com a indústria farmacêutica. Por questões éticas e legais,
não se pode falar de forma evidente sobre um medicamento. Nesse ponto, o conteúdo
unbranded pode ajudar, tratando de assuntos ligados ao problema que o fármaco resolve.

Case de sucesso
Um exemplo desse tipo de prática que deu bons resultados foi o da farmacêutica Merck. O
laboratório tinha um lançamento de um medicamento para insônia, e criou um portal
chamado Why So Awake. No site, trazia conteúdo sobre o problema, além de dicas para
melhorar os hábitos de sono.
O nome da droga não consta no texto, nem há indicação que a indústria atua nesse ramo.
No entanto, ao despertar a curiosidade dos usuários, de forma natural, esses passavam a
visitar o site da empresa.

Quais as vantagens desse tipo de conteúdo?

Usar conteúdo unbranded pode ser muito bom para uma marca. Isso porque, é capaz de
chegar até pessoas que não conhecem o seu produto, e sequer sabem que precisam dele.
Além disso, veja ainda outros aspectos para levar em conta:
● Gera conexão com o público;
● Mesmo de forma discreta, pode trazer um grau de confiança maior para a marca;
● Trata de temas de interesse do público, ou seja, não se limita ao produto;
● Agrega na criação de conteúdo da marca.

Quando bem usado, esse recurso pode gerar um fluxo de qualidade para seu site. Afinal, ao
tratar de um tema geral, e informar o usuário, ele pode constatar que precisa do produto
oferecido.

A estratégia unbranded dá resultado?
Como qualquer outra estratégia, para que surta efeitos, é preciso um bom planejamento.
Desse modo, é necessário definir o tipo de público que se visa atingir, e os assuntos que
serão tratados. Mas em especial, é essencial criar um conteúdo de qualidade, como por
exemplo:
● Algo que agregue a vida do usuário, traga informação;
● Criatividade e um conteúdo que faz a diferença;
● Explore tendências e temas em alta;
● Conte histórias, pois histórias geram conexão e ativam a emoção.

É preciso ter consciência, ainda, que essa é uma estratégia complementar. Assim, o
unbranded anda junto com o conteúdo de marca. Além disso, é preciso saber que esse
processo leva tempo, portanto, não dá para esperar um resultado imediato.