Saiba as diferenças entre inbound e outbound Luciano Somenzari 6 de abril de 2022

Saiba as diferenças entre inbound e outbound

Marketing de Conteúdo
Autoria Canvas Studio

Na hora H veja como usar um conteúdo mais informativo, a propaganda ou os dois juntos

A jornada para chegar ao cliente, cativá-lo e torná-lo parceiro, colaborador ou consumidor pode ter vários caminhos. Longe de se comparar aos 12 árduos trabalhos de Hércules em busca da honra perdida, os caminhos que levam ao cliente, contudo, precisam ser percorridos com estratégia. 

E aqui vamos apresentar duas delas no mundo do Marketing Digital: inbound e outbound.

Marketing de atração 

O Marketing Inbound (ou Marketing “de entrada”) visa chamar a atenção do potencial público-alvo para que ele vá até a marca. Esse movimento é feito por meio da produção de conteúdo orgânico de alta relevância de modo a gerar grande interesse para atração desse público potencial. 

Podemos dizer então que o conteúdo é a “alma do negócio”.  Por isso, precisa ter muita qualidade e ser devidamente destinado ao público correto, ou seja, aquele que interessa à marca.

Para que esse caminho seja feito com eficácia, é fundamental conhecer bem o perfil desse público. Quais são suas necessidades, interesses, dúvidas e até os seus sonhos. As respostas certas podem pavimentar o trajeto e percorrê-lo sem grandes sobressaltos.

Exemplo de passo a passo para chegar ao cliente

1. Sua potencial audiência é atraída para o site ou blog da sua marca em pesquisa de conteúdos que ela mesma está procurando. As ferramentas de SEO, (otimização de mecanismos de busca, na sigla em inglês) que utilizam os recursos dos buscadores da internet com os temas mais procurados pelos internautas, ajudam muito nesta fase.

2. No site/blog o interessado (audiência) é convertido em potencial cliente ao realizar alguma ação, como clicar em uma página para baixar algum material (e-books, infográficos, planilhas), ou ainda preencher algum formulário, entre outras ações. 

3. Ao topar realizar este tipo de ação, o internauta abre para empresa um lead (ou oportunidade de consumir seu produto ou serviço), entrando no chamado funil de vendas (ou seja, o caminho trilhado até o momento da compra)  caso ainda não tenha comprado. Se for este o caso, a marca pode identificar o problema, ver  como pode ser resolvido e solucioná-lo.

4. Esse lead então é repassado para a equipe de vendas, que entra em contato e pode concluir a venda de maneira ativa.

Porém, o processo não acaba depois que o cliente compra. A fidelização entra em cena quando a marca se dedica a construir um bom relacionamento com o cliente por meio de redes sociais e campanhas de e-mail marketing, por exemplo.

O que é Marketing Outbound 

O Marketing Outbound traça um caminho diferente do inbound, pois tem como principal objetivo trazer clientes oferecendo diretamente serviços ou produtos. A ideia é ir atrás ativamente de potenciais consumidores. Bons exemplos de ação em outbound são as tradicionais ações publicitárias, como o uso de anúncios no rádio, TV, jornais, revistas, além de instrumentos como mala direta, cartazes, patrocínio de eventos etc.

No Marketing Digital as estratégias de outbound também são bastante comuns: anúncios que aparecem enquanto se assiste um vídeo na internet, banners em sites, e-mails em massa e pop-ups são alguns tipos. 

O que adotar? Inbound ou Outbound

É normal adotar as duas metodologias. Uma não anula a outra. O ideal é mesclar as duas. O importante é levar em consideração o Retorno Sobre o Investimento (ROI) previsto para as ações. Uma vez mensurado adequadamente, isso dirá em quais canais vale mais a pena investir dinheiro e tempo.